Casa das Pedras Parideiras – Centro de Interpretação


Na aldeia da Castanheira, em pleno planalto da Serra da Freita, acontece um fenómeno único em Portugal e muito raro em todo o mundo – as pedras parideiras. É um dos geossítios mais emblemáticos do Arouca Geopark e ocupa uma área de cerca de um quilómetro quadrado.

Do ponto de vista geológico, a pedra chama-se “granito nodular da Castanheira”, mas os habitantes da aldeia da Castanheira chamaram-lhe Pedra Parideira, por ser uma pedra que pare pedra. Era considerada um elemento de fertilidade e, por isso, as populações locais acreditavam que colocar uma das pequenas pedras-filhas debaixo da almofada de dormir, podia aumentar a fertilidade.

As pedras parideiras são constituídas, principalmente, por rocha granítica, de cor clara e uma quantidade invulgar de nódulos de biotite, um mineral de cor negra que se acumula em pequenos aglomerados. Apesar de serem constituídos, exteriormente, apenas por biotite, o núcleo é constituído por minerais de quartzo e feldspato. Por ação da erosão e por oscilações térmicas, esses nódulos, com dimensões entre 1 e 12 centímetros, soltam-se e acumulam-se no solo, deixando, assim, uma cavidade de cor escura na rocha-mãe. Este processo, até que ocorra a libertação dos nódulos, é muito demorado.

Com o objetivo de contribuir para a conservação, compreensão e valorização das pedras parideiras, um geossítio de relevância internacional, foi construída a Casa das Pedras Parideiras – Centro de Interpretação, cuja abertura ocorreu em 2012.  Este espaço faculta diversas atividades turísticas e educativas.

Na receção e na loja encontra todas as informações úteis para a visita, não só à Casa das Pedras Parideiras, mas também a todo o território do Arouca Geopark. Ainda poderá adquirir vários produtos da região, tais como compotas, mel, licores e artesanato.

No auditório, com capacidade para 30 lugares sentados, os visitantes podem visualizar um documentário em 3D intitulado “Pedras Parideiras: um tesouro geológico”, que ajuda a melhor compreender este fenómeno.

O centro disponibiliza ainda dois espaços para a observação do afloramento rochoso, um coberto e outro descoberto. A amostra de afloramento rochoso no espaço coberto é direcionada para quem procura uma visão mais detalhada do fenómeno, ao passo que, na área exterior poderá observar a rocha granítica e as concavidades de onde os nódulos negros se foram destacando, ao longo de muitos e muitos anos.

Para complementar a sua visita e ficar a conhecer mais em pormenor o fenómeno geológico “Pedras Parideiras”, percorra o passadiço em torno do afloramento granítico, no qual pode observar de perto esta maravilha da natureza, e faça uma leitura atenta dos painéis interpretativos existentes no local.

Atenção

As visitas guiadas e o aluguer de audioguias e geobikes, requerem a marcação prévia com, pelo menos, 48 horas de antecedência, através de email [email protected]

Atrações Relacionadas

Pedras Parideiras

Cabreiros e Albergaria da Serra

A Serra da Freita é famosa pelas suas lindas paisagens, mas também por ser uma montanha onde as...

Mais Info

Mapa

Mapa
Satélite

Informação Útil

Morada

Rua de Santo António, Castanheira
4540-012 Albergaria da Serra
Arouca

Localidade
Coordenadas GPS
Horários

Segunda a Domingo

09h30 – 12h30
14h00 – 17h00

Instalações

Casas de banho